Diversificação Normativa

Global Four Consult

Cada vez mais as empresas têm necessidades especificas em termos técnicos relacionados com o seu setor de atividade, legislação aplicável ou exigências do mercado onde atuam.

Neste âmbito a GFC procura ir ao encontro dos requisitos dos clientes construindo soluções recorrendo a referenciais normativos especializados, implementação de legislação setorial e sugerindo ações especificas técnicas de acordo com a atividade desempenhada.

Normas específicas

Existem algumas normas específicas que conferem a quem as adota uma distinção e vantagem competitiva face às demais empresas, tanto do seu setor como na generalidade. De seguida serão referenciadas algumas das existentes que se destacam neste âmbito.


LEGIONELLA

A exposição a esta bactéria pode provocar uma infeção respiratória, atualmente conhecida por Doença dos Legionários, e transmite-se por inalação de gotículas de vapor de água contaminada, aerossóis, de dimensões tão pequenas que veiculam a bactéria para os pulmões.
As bactérias do género Legionella encontram-se em ambientes aquáticos naturais e também em sistemas artificiais, como redes de abastecimento/distribuição de água, redes prediais de água quente e água fria, ar condicionado e sistemas de arrefecimento (torres de refrigeração, condensadores evaporativos e humidificadores).

A 20 de Agosto de 2018 foi publicado a lei 52/2018, que estabelece o regime de prevenção e controlo dos seguintes equipamentos desde que possam gerar aerossóis de água, nomeadamente:

a)Equipamentos de transferência de calor associados a sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado ou a unidades de tratamento do ar:

  • Torres de arrefecimento;
  • Condensadores evaporativos;
  • Sistemas de arrefecimento de água de processo industrial;
  • Sistemas de arrefecimento de cogeração;
  • Humidificadores.

b) Sistemas inseridos em espaços de acesso e utilização pública que utilizem água para fins terapêuticos ou recreativos;
c) Redes prediais de água, designadamente água quente sanitária;
d) Sistemas de rega ou de arrefecimento por aspersão, fontes ornamentais ou outros geradores de aerossóis de água com temperatura entre 20°C e 45°C.

Os responsáveis pelos equipamentos mencionados têm no mínimo as seguintes obrigações:
1.Proceder ao registo dos equipamentos;
2.Elaborar, executar, cumprir e rever o plano de prevenção e controlo, onde está incluído a analise de risco;
3.Elaborar e aplicar um programa de manutenção e limpeza;
4. Aplicar medidas determinadas pelas autoridades de saúde em caso de surto.

Se precisa de apoio para elaborar ou atualizar o seu plano de prevenção não hesite em nos contactar.

VCA / SCC

A certificação VCA / SCC (Safety Checklist Contractors) verifica se uma empresa e os seus colaboradores têm implementado um Sistema de Gestão de Segurança. Trata-se de um sistema com reconhecimento internacional muito pedido a empresas contratadas para trabalharem na Holanda, Bélgica, França e Alemanha e muitas vezes exigido como condição base para ser contratado nestes países.

O objetivo da certificação VCA / SCC consiste em reduzir o número de acidentes, definindo parâmetros claros sobres a frequência de acidentes e o modo de os calcular.

Esta norma está dirigida a todas as empresas que efetuem trabalhos sujeitos a riscos em ambientes de alto risco nos seus clientes. Muitas vezes refere-se a trabalhos de manutenção ou construção em estaleiros de edifícios, fabricas e instalações relacionados com os seguintes setores:

  • Mecânica;
  • Eletricidade e controlo de processos;
  • Construção;
  • Serviços diversos como isolamentos, montagem de andaimes, limpezas industriais, conservação, pinturas, etc…

Benefícios da Certificação VCA / SCC

Melhoria de hábitos de segurança nos colaboradores da empresa. Evita a necessidade de fornecimento de documentos diversos aos clientes. Formação sistematizada para colaboradores e diretores. Melhoria de cumprimentos legais em termos de segurança por cumprimentos dos requisitos legais. Redução de custos por redução do número de acidentes e baixas. Evita auditorias por diversos clientes devido ao cumprimento da norma internacional.

Níveis de Certificação
A Cerificação tem 3 graus / níveis sendo que do mais simples para o mais complexo são os seguintes:

  • VCA / SCC* – Para trabalhos de complexidade e riscos baixos e para empresas até 35 trabalhadores;
  • VCA / SCC** – para trabalhos de complexidade e riscos médios a elevados e para empresas com mais de 35 trabalhadores;
  • VCA / SCC Petroquímica – para empresas que prestam serviços nas petroquímicas.

Em última análise o nível de certificação a adotar ou exigido a uma empresa vai depender do que for requerido pelo cliente.

Temos a capacidade técnica para o auxiliar a obter o nível que necessita, assim também como todo o apoio necessário durante todas as fases do projecto, consulte-nos!!


ISO 27001

A informação é um dos recursos mais importantes duma organização, podendo ser entendido como todos os dados sobre clientes, fornecedores, negociações e informação pessoal dos colaboradores.

Esta norma procura reduzir os riscos associados há informação no que diz respeito a manter a integridade, confidencialidade e acesso adequado à mesma.

As vantagens desta norma que a distingue das restantes são as seguintes:

  • Redução do risco de incidentes de segurança (fraudes ou perdas de informação);
  • Cumprimento da Legislação em vigor (LOPD-Lei da Proteção de Dados Pessoais ou outras);
  • Compromisso real com a segurança em todo o ciclo de atividade da empresa;
  • Novas oportunidades de negócio com entidades que valorizam a segurança da informação.


OHSAS 18001

A segurança e saúde do ser humano é algo que por vezes se presumem como dados adquiridos. No entanto, grande parte do tempo útil é passado nos locais de trabalho pelo que o bem-estar dos colaboradores é fundamental para garantir a produtividade e eficiência das organizações.

A OHSAS 18001 foi desenvolvida para sistematizar os cuidados de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho e promover a melhoria continua neste âmbito, demonstrando de forma externa o compromisso da empresa nesta área.

As vantagens desta norma que a distingue das restantes são as seguintes:

  • Redução de riscos de acidentes e de doenças profissionais;
  • Melhoria da imagem da organização;
  • Redução das taxas de absentismo;
  • Redução de custos (indeminizações, prémios de seguro, prejuízos resultantes de acidentes, dias de trabalho perdidos);
  • Evidência do compromisso para o cumprimento da legislação aplicável;
  • Melhoria da satisfação e motivação dos colaboradores pela promoção e garantia de um ambiente de trabalho seguro e saudável;
  • Abrangência das atividades de prevenção a toda a organização.


Marcação CE

A marcação CE é um requisito legal obrigatório, evidencia que os produtos com esta marca cumprem com as disposições das diretivas comunitárias aplicáveis e que permitem a livre circulação do mesmo no espaço comunitário.

O principal objetivo do cumprimento destas normas comunitárias consiste em garantir que os produtos cumprem com as regras de modo a serem seguros em termos de saúde e segurança para os utilizadores do mesmo.

É da responsabilidade do fabricante do produto a colocação da marca CE por verificação dos requisitos aplicável ao mesmo.

As principais diretivas aplicáveis para a marcação CE são a diretiva Máquinas (98/37/CE) e a de Materiais de Construção (89/106/CEE e 93/68/CEE).


Consultoria à Medida

Para casos em que pretende um apoio técnico específico a GFC poderá desenvolver consultoria à medida de modo a colmatar as suas necessidades.

Alguns exemplos deste tipo de atividade são os seguintes:

  • Elaborar MAP / PEI (Medidas de Auto Proteção / Planos de Emergência Interna);
  • Auditorias Internas;
  • Apoio na elaboração de documentação de Licenças Ambientais;
  • Identificação de Necessidades Comerciais;
  • Cliente Mistério.


Ver Também

Artigos relacionados com Diversificação Normativa

Ir para: Soluções
shadow effect

Return to Top